Redes sociais
Publicidade

Por Thaisi Carvalho, para o TechTudo


As redes sociais podem ser bastante prejudiciais à saúde mental das pessoas. O Twitter, por exemplo, é palco recorrente de "cancelamentos" e ataques de haters. No Instagram, por sua vez, é comum ver feeds de influenciadores cheios de fotos que refletem vidas e corpos aparentemente perfeitos, o que pode gerar comparações e desencadear problemas de autoestima em grande parte do público. Para evitar os efeitos negativos causados por essas plataformas, é importante tomar alguns cuidados. Um deles é silenciar contas tóxicas e assuntos sensíveis. Assim, os usuários evitam, por exemplo, ler comentários odiosos que podem servir como uma espécie de gatilho.

Outra dica é usar o feed personalizado, que permite escolher qual tipo de conteúdo aparece primeiro ao usar a plataforma. Dessa forma, é possível evitar ver fotos de influenciadores e compará-las à sua aparência. Pensando na saúde mental dos usuários, o TechTudo listou algumas dicas para tornar as redes sociais menos tóxicas. Confira a seguir.

Redes sociais podem se tornar bem menos tóxicas com algumas dicas; conheça — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Qual a sua rede social favorita? Veja no Fórum do TechTudo

1. Silencie ou deixe de seguir perfis tóxicos

Certos influenciadores propõem um estilo de vida de alto padrão, incentivando luxos e padrões estéticos inalcançáveis. Há também páginas que propagam ou endossam discursos de ódio e violência. Para evitar comparações e preservar sua saúde mental, experimente deixar de seguir ou bloquear esses perfis.

Deixar de seguir contas tóxicas nas redes sociais é medida que ajuda a preservar sua saúde mental — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Essa dica também vale para contas de pessoas que, um dia, foram próximas, mas se afastaram ao longo do tempo. Continuar vendo esse tipo de conteúdo pode ser irrelevante e até mesmo fazer mal, caso a relação tenha terminado em briga ou de uma forma ruim. Por isso, a melhor opção para deixar suas redes sociais mais positivas é dar unfollow ou silenciar essas contas.

2. Silencie certas palavras

Outra possibilidade é silenciar, no Twitter, palavras que possam servir como gatilhos. Com a ação, o usuário deixa de receber conteúdos relacionados ao termo que o incomoda. Trata-se de um recurso útil para aplicar a termos ofensivos ou que são alvo de debates e discussões tóxicas, o que torna a rede social mais saudável.

Veja como silenciar uma palavra no Twitter — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Para mutar palavras no Twitter, basta clicar na sua foto de perfil e ir até "Configurações e Privacidade". Em seguida, clique em "Privacidade e Segurança", escolha o tópico "Silenciar e Bloquear" e a opção "Palavras Silenciadas". Depois, escreva a palavra ou frase que deseja silenciar e marque a opção "Linha do Tempo Inicial". Por fim, escolha o período para manter a palavra ou frase mutada e confirme em "Salvar".

3. Siga pessoas que te inspiram e faça conexões reais

Os efeitos negativos das redes sociais podem estar ligados ao consumo de conteúdo irrelevante e à falta de vínculos reais. Por isso, uma prática interessante é analisar quem você está seguindo e por que. Caso perceba que determinado influenciador, por exemplo, te causa mais malefícios do que benefícios, vale dar unfollow e buscar outras pessoas que realmente te inspirem.

É importante seguir pessoas inspiradoras e estabelecer conexões reais — Foto: Reprodução/Unsplash

Outra dica para estabelecer conexões mais reais na Internet é seguir pessoas que tenham hobbies parecidos com os seus, como a busca por um estilo de vida saudável ou gosto musical semelhante. Assim, o feed passará a ter mais conteúdos inspiradores, com os quais você pode efetivamente se engajar, em vez de simplesmente ser um ambiente de consumo massivo e irrefletido de conteúdo.

4. Deixe seu perfil privado

Em redes como Instagram, Twitter e TikTok é possível manter o seu perfil privado. A medida visa manter as publicações restritas às pessoas que efetivamente fazem parte do seu ciclo de amizades, já que há a possibilidade de aceitar ou não a solicitação de um novo seguidor.

Caminho para tornar um perfil privado — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Com o perfil privado, é possível ficar menos exposto online e evitar que desconhecidos façam comentários maldosos em suas publicações. Uma vez que o usuário tem o poder de filtrar quem fará parte da sua rede, ele certamente terá uma experiência mais saudável.

5. Mostre ao algoritmo qual conteúdo você não quer ver

No Instagram, os usuários podem "avisar" ao algoritmo quais conteúdos não o agradam. Se você não quiser ver fotos de influenciadores digitais, por exemplo, e sinalizar isso ao app, o algoritmo evitará sugerir esse tipo de material. Para fazer isso, basta tocar no “x” quando aparecer um post sugerido e, em seguida, selecionar a opção “Não sugerir publicações relacionadas”. Assim, o algoritmo vai entender que aquele conteúdo não é interessante. Outra forma de fazer isso é clicando nos três pontinhos do post e na opção “Não tenho interesse”.

Já no Twitter, os usuários conseguem parar de seguir determinados tópicos, principalmente aqueles que podem gerar discussões, como política e futebol. Ao clicar na foto de perfil e no menu da barra lateral, o usuário vai encontrar a opção "seguindo". Nela, basta clicar em "deixar", para deixar de seguir algum tópico.

Veja como sinalizar para algoritmo do Instagram que você não gosta daquele conteúdo e não acha interessante — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Além dos tópicos que o usuário escolheu seguir, o Twitter também inclui outros automaticamente, com base na atividade da pessoa. Para excluí-los, vá até a página de dados do Twitter, clique em "interesses e dados de anúncios" e em "interesses do Twitter". Depois, marque a caixa de seleção de qualquer tópico que quer deixar de seguir.

6. Use o feed personalizado

Utilizar o feed personalizado é outra forma de ter uma experiência menos tóxica na Internet. Esse recurso, porém, só está disponível no Instagram, onde é possível selecionar a opção "favoritos" e ver apenas as publicações feitas por pessoas selecionadas. Dessa forma, o usuário evita acessar conteúdos que podem servir de gatilho, como fotos de corpos aparentemente perfeitos, e tem acesso somente àquilo que foi pré-selecionado.

Instagram permite criar feed com posts de pessoas selecionadas — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

O Instagram também permite ativar o feed cronológico, que mostra os posts segundo a ordem em que foram publicados. Esse formato também não apresenta publicidade, nem postagens recomendadas. Ou seja, exibe somente conteúdos de pessoas seguidas pelo usuário, o que contribui para uma experiência mais restrita na rede social. Para usar o feed cronológico, basta tocar sobre o logo do Instagram e na opção "seguindo".

7. Não manipule suas fotos excessivamente

Outra medida para ter uma experiência mais saudável nas redes sociais é não editar as próprias fotos em excesso. Afinal, ao utilizar uma grande quantidade de filtros e outros recursos de edição para alterar a aparência e o corpo, o usuário exibe uma imagem que não corresponde à realidade e pode acabar reforçando ideais estéticos inatingíveis. Além disso, postar fotos mais "naturais" pode ser um passo importante para aumentar o amor próprio e valorizar sua imagem real.

Evite editar excessivamente suas fotos antes de publicá-las nas redes sociais — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Com informações de Vice, Make Use Of e Simple Texting

Veja também: como tirar o "online" do WhatsApp e outras funções

WhatsApp ganha opção de tirar 'online' e mais funções aguardadas

WhatsApp ganha opção de tirar 'online' e mais funções aguardadas

Mais do TechTudo