Campeonatos
Publicidade

Por Davi Bicalho, para o TechTudo

Divulgação/Riot Games Brasil

O Mundial de League of Legends 2022 começa no próximo dia 29 de setembro, na América do Norte, e terá a LOUD representando o Brasil na Fase de Entrada. A campeã do CBLOL foi sorteada no Grupo A e jogará com outras cinco equipes, tendo a chance de enfrentar um adversário do Grupo B, que também tem o mesmo número de integrantes. Entre os atletas que jogam o play-in há velhos conhecidos do público brasileiro, como Armut, da MAD Lions, e o veterano Impact, da Evil Geniuses.

Ainda assim, jogadores como tinowns e Brance, da LOUD, podem surpreender na estreia da organização brasileira no mundial. Pensando nisso, o TechTudo montou uma lista com dez jogadores para ficar de olho nessa primeira etapa da competição. Veja a seguir:

Brance venceu o CBLOL em sua primeira participação — Foto: Divulgação/Riot Games Brasil

1. Diego "Brance" (LOUD)

A lista começa com a grande revelação do cenário brasileiro em 2022. Brance foi crucial para os ótimos jogos que a LOUD fez nos playoffs do CBLOL, levando a Tropinha ao título inédito. O Atirador entra badalado no Worlds e vem sendo fortemente elogiado pelos companheiros de equipe, tratado como um atleta que ouve os conselhos dos players experientes, ao mesmo tempo que possui uma personalidade única.

Brance iniciou sua carreira competitiva em 2021, assinando contrato com a equipe Academy da LOUD. Logo em seu segundo split, ele conseguiu terminar em terceiro lugar na fase regular, porém, sua equipe não chegou longe nos playoffs. Todavia, 2022 foi o grande ano para o jovem atleta: no primeiro split da temporada, Brance guiou seu time para a primeira colocação da fase regular, caindo apenas na semifinal. Mesmo não sendo campeão, ele subiu para titular da equipe principal e fez bonito na rota inferior com seu colega Denilson "Ceos".

2. Chen "GALA" (RNG)

Mais um Atirador na lista, o chinês GALA, mesmo sendo bem jovem, já conquistou enorme relevância no cenário global devido a ótimas atuações e conquistas. O player de 21 anos é considerado uma joia rara na China e entra como uma das grandes estrelas dessa Fase de Entrada, e possivelmente conduzirá a RNG até a Fase de Grupos do torneio.

GALA começou sua carreira no início de 2018 vestindo a camisa da extinta OnlyGame, e depois passou pelas também extintas SinoDragon e Dominus Esports até chegar na RNG em 2020 com a difícil missão de substituir o lendário Jian "Uzi". O que parecia algo impossível para muitos se tornou realidade, e GALA não se mostrou apenas um eficiente AD Carry, como também passou a ser comparado com seu antecessor graças aos títulos da LPL e do MSI em 2020 e 2021.

GALA é o atual Atirador da RNG — Foto: Divulgação/RNG

3. Martin "Wunder" (Fnatic)

O experiente dinamarquês de 23 anos aparece como um dos nomes mais conhecidos da Fase de Entrada do Worlds 2022. Wunder chega no torneio com uma tarefa nada fácil: levar a Fnatic de volta aos dias de glória, já que não fizeram um split convincente na LEC e, por isso, não animam os fãs e especialistas, mesmo sendo um time extremamente tradicional.

Wunder começou a jogar LOL competitivamente em 2014, defendendo a antiga 4everzenzyg. A partir daí, ele foi passando por importantes equipes da Europa, até chegar na Splyce, onde disputou seu primeiro Mundial em 2016. Porém, ele passou a ser globalmente conhecido após conquistar a LEC, o MSI e ser finalista do mundo pela G2 Esports em 2019. O Topo da Fnatic tem Aatrox e Camille como dois de seus campeões preferidos.

Wunder já foi finalista do Worlds pela G2 — Foto: Divulgação/Riot Games

4. Kyle "Danny" (Evil Geniuses)

Com apenas 18 anos, o Atirador da EG já mostrou ter muita competência e disciplina. O norte-americano foi fundamental para o título da LCS e para a excelente campanha do MSI no primeiro split. Agora, ele chega como um grande nome da nova geração para levar a América do Norte ao topo do League of Legends mundial.

Danny foi revelado em 2020 pela organização amadora Zenith Esports, o que fez a EG abrir os olhos e contratá-lo para o Academy no ano seguinte. Apesar de um 2021 sem muitos resultados, ele se mostrou um jogador talentoso e determinado, até que em 2022, já no profissional, ele conseguiu o improvável. Sob o comando do brasileiro Gabriel "Turtle", Danny não só venceu a primeira etapa da LCS, como chegou na semifinal do MSI, perdendo para a RNG, que viria a ser campeã.

Danny é uma das grandes promessas do cenário norte-americano — Foto: Divulgação/Riot Games

5. Cho "BeryL" (DRX)

O suporte sul-coreano é mais um atleta que carrega muita experiência e conquistas. BeryL é cotado como um dos melhores jogadores da Fase de Entrada e, certamente, deve usar todo seu conhecimento para avançar com a DRX e disputar o evento principal do Worlds.

Competindo profissionalmente desde 2017 pela Damwon, BeryL já marcou seu nome em sua antiga organização e no cenário coreano. Ele se sagrou campeão do mundo em 2020 fazendo dupla com o Atirador Jang "Ghost" e agora chega ao seu quarto Worlds para tirar a DRX da Fase de Entrada e levar a organização ao título inédito.

BeryL foi campeão mundial em 2020 pela Damwon — Foto: Divulgação/LCK

6. Marek "Humanoid" (Fnatic)

Mais um player da Fnatic na lista. O tcheco de 22 anos coleciona muita bagagem e é um nome a se observar nessa primeira etapa do Mundial. Humanoid possui vários recordes e prêmios individuais, além de ter sido fundamental para a arrancada da Fnatic nos playoffs da LEC, guiando o time ao Worlds, principalmente com seu incrível Azir.

Sua carreira profissional começou pela Dark Tigers, em 2015, e, desde então, Humanoid é conhecido por sua liderança dentro do game. Ele teve passagens por diversas organizações dentro do continente, porém, seus anos de destaque foram quando defendeu a camisa da MAD Lions, onde dominaram a Europa em 2021, além de terem feito boas campanhas internacionais.

Humanoid disputará seu quarto Worlds consecutivo — Foto: Divulgação/Riot Games

7. Thiago "tinowns" (LOUD)

Tinowns, um dos maiores campeões do CBLOL, foi contratado pela LOUD em 2022 para ser uma das peças-chave do ambicioso projeto da Tropinha. A organização conseguiu misturar nomes experientes com jovens promessas e colheu os frutos nesse segundo split do campeonato. Certamente Tin, como é conhecido no cenário, foi o tempero que faltava para que o resultado fosse atingido.

Ele começou no LOL quando a modalidade ainda estava surgindo no Brasil. Seu primeiro time foi a Nex Impetus, porém, pouco tempo depois foi contratado pela KaBuM!, onde ficou por vários anos. Pelos Ninjas, ele foi campeão nacional em 2014, garantindo a primeira participação brasileira no Mundial. Em 2017, o jogador foi para a paiN, onde voltou a se destacar em 2021, quando levou a equipe ao título do 1º split e, consequentemente, ao MSI daquele ano, sendo muito elogiado pela sua atuação. Agora pela LOUD, ele tem a missão de fazer história para o Brasil em âmbito internacional.

tinowns disputará seu segundo Worlds da carreira — Foto: Divulgação/Riot Games Brasil

8. İrfan "Armut" (MAD Lions)

O turco de 23 anos é um dos remanescentes do vitorioso elenco da MAD Lions de 2021. Armut chega hypado para esse Worlds, tendo que assumir o papel de protagonista após a saída de grandes nomes do time. Recentemente, criou-se uma rivalidade saudável entre ele o o Topo brasileiro Leonardo "Robo" devido a confrontos equilibrados em torneios passados.

Armut começou a carreira em 2015 pela Big Plays Incorporated, e foi um atleta de muito destaque dentro da Turquia, disputando o Mundial de 2019 pela Royal Youth e o de 2020 pela SuperMassive. Em 2021, ele se transferiu para a MAD Lions para ser o único estrangeiro do consagrado plantel daquele ano.

Armut é o único estrangeiro no plantel da MAD Lions — Foto: Divulgação/Riot Games

9. Jeong "Impact" (Evil Geniuses)

Impact é o jogador mais velho e o que está a mais tempo ativo profissionalmente na lista. O sul-coreano de 27 anos era o Topo da SKT campeã do mundo em 2013 e, de lá para cá, muita coisa mudou. O atleta soube se adaptar muito bem aos diferentes estilos de jogo e entra na primeira etapa do Worlds para conduzir a EG à Fase de Grupos da competição depois de vários mundiais disputados.

Presente desde o início do servidor na Coreia do Sul, Impact começou na extinta Xenics Storm, onde se destacou bastante por sua gameplay diferenciada. Logo depois, ele foi para a organização Tempest e, em seguida, voltou para a Xenics Storm, de onde foi para a SKT e se tornou peça crucial para o título mundial do time liderado por Lee "Faker", colocando seu nome na galeria de ouro do cenário. Além disso, Impact tem a América do Norte como residência desde 2015.

Impact estava no primeiro título mundial da SKT — Foto: Divulgação/Riot Games

10. Anıl "HolyPhoenix" (Wildcats)

O Atirador HolyPhoenix é um atleta turco de 25 que passou por diversas organizações em seu país e continua por lá até hoje. Conhecido no Brasil como "brTT turco", ele protagonizou momentos marcantes em sua carreira e irá fazer valer a experiência para levar sua equipe à sonhada Fase de Grupos.

Disputando LOL profissional desde 2012, HolyPhoenix teve a Dark Passage como primeiro time. Por lá, ele conseguiu vencer a TCL em 2014 e fez parte do primeiro plantel turco a disputar o Worlds. Desde então, vem somando vários canecos no país, sendo um dos atletas que mais disputou eventos internacionais pelas regiões emergentes. Suas campeãs favoritas são Kalista e Samira.

HolyPhoenix é conhecido como "brTT turco" — Foto: Divulgação/Riot Games

Com informações de Fandom

Mais do TechTudo