Robótica
Publicidade

Por Igor Nishikiori, para o TechTudo

Divulgação/Xiaomi

A Xiaomi revelou nesta quinta-feira (11) o desenvolvimento do robô humanoide CyberOne, o primeiro do tipo criado pela empresa chinesa. O anúncio foi feito durante uma conferência em Pequim, que mostrou ainda o novo smartphone dobrável da marca, o Mix Fold 2, dentre outras novidades. Medindo 1,77 m e pesando 52 kg, o robô tem em seu "cérebro" uma inteligência artificial capaz de identificar até 85 tipos de sons ambiente e 45 tipos de emoções humanas.

Durante sua estreia mundial, CyberOne teve uma breve interação com o CEO da empresa, Lei Jun. O robô entregou uma flor para Jun e até posou para uma selfie. Segundo a Xiaomi, o CyberOne se movimenta com uma precisão de 30 nm (nanômetros), além de possuir 21 graus de liberdade de movimentação e uma resposta de 0,5 ms (milissegundo) por ação. Cada eixo é equipado com um motor de apenas 500 g e suas mãos aguentam um peso de até 1,5 kg.

Robô CyberOne foi apresentado durante evento da Xiaomi — Foto: Divulgação/Xiaomi

Para se comunicar com o mundo, o CyberOne conta com um módulo de visão capaz de reconhecer o ambiente em três dimensões, assim como identificar pessoas, gestos e expressões. Fora isso, dois microfones captam sons externos e, com isso, a MiAI — a inteligência artificial desenvolvida pela Xiaomi — consegue reconhecer nuances para detectar sentimentos. Assim, o robô consegue reagir de acordo, podendo consolar uma pessoa triste, por exemplo.

O CyberOne foi criado pela Xiaomi Robotics Lab, o setor dedicado à robótica da empresa. Na conferência de 2021, a gigante chinesa revelou o CyberDog, um robô em formato de cachorro capaz de alcançar até 11,5 km/h e realizar diversos truques, como giro acrobático para trás. Na ocasião, a Xiaomi anunciou que o CyberDog teria seu código-fonte aberto para que engenheiros e desenvolvedores pudessem trabalhar nele sem restrições.

Xiaomi CyberOne é capaz de reconhecer 45 tipos de emoções — Foto: Divulgação/Xiaomi

Quanto ao CyberOne, Lei Jun diz que a complexidade de desenvolver um robô humanoide pode abrir portas para novas tecnologias envolvendo inteligência artificial, mecanização de fábricas, serviços automatizados e outros setores. Mas ainda não está claro se o CyberOne será comercializado em massa. Segundo o site Engadget, seu custo é de aproximadamente 600 mil a 700 mil yuans (cerca de R$ 459 mil a R$ 536 mil).

Outras empresas também tem se interessado no potencial dos robôs humanoides para o futuro. Em 2021, a Tesla anunciou o desenvolvimento do Tesla Bot, que seria capaz de realizar trabalhos pesados e perigosos. Diferentemente do caso da Xiaomi, o robô de Elon Musk ainda está na fase de protótipo.

Com informações de Xiaomi, Engadget e TechCrunch

Mais do TechTudo