Veículos
Publicidade

Por Igor Nishikiori, para o TechTudo


Inovações tecnológicas como interações touchscreen têm se tornado cada vez mais comuns em carros. No entanto, um teste feito pela revista sueca Vi Bilägare apontou que motoristas, em geral, têm mais facilidade em usar botões físicos do painel dos automóveis do que os botões virtuais encontrados em telas touch das centrais de entretenimento. Entre os 12 veículos testados, aquele considerado menos confuso foi justamente o único que não possui a tecnologia.

A reportagem considerou carros de diversas fabricantes, como Volkswagen, Hyundai e Mercedes-Benz, que possuem painel touchscreen de fábrica. Além deles, foi testado também um Volvo V70 de 2005 para servir de comparativo.

Painel do Volvo V70 de 2005 foi considerado o mais fácil de operar, segundo estudo — Foto: Reprodução/Vi Bilägare

No estudo, o motorista teria que executar quatro tarefas enquanto dirigia a uma velocidade de 110 km/h: ligar o ar quente e o aquecedor do banco; ligar o rádio e sintonizar em uma determinada estação; resetar o computador de bordo e diminuir a luz do painel; e desligar a central de informações. Antes de irem para a pista, os motoristas tiveram algumas horas para se habituarem aos painéis dos veículos.

O modelo em que os motoristas se saíram melhor foi justamente o Volvo V70. Foram necessários dez segundos para realizar as tarefas — ou 306 metros de distância. Na última colocação, ficou o chinês MG Marvel R, que tomou cerca de 45 segundos dos motoristas — ou 1,3 km percorridos. Isso representa um alerta, já que essa dificuldade toma muito tempo da atenção do motorista.

Comparativo: motoristas do MG Marvel R percorreram mais de 1 km até completarem a tarefa — Foto: Reprodução/Vi Bilägare

Segundo a revista, a explicação não está apenas na memória muscular proporcionada pelos botões físicos, mas também na interface das telas. Modelos como Dacia Sandero e Volvo C40 se saíram bem no teste, com cerca de 13 segundos para realizar as tarefas, mesmo ambas tendo somente touchscreen. Já no caso do BMW iX, que conta tanto com touchscreen quanto com botões, o motorista levou 30 segundos.

A revista ainda analisou o ângulo de visão do motorista durante as tarefas e descobriu que nem sempre uma touchscreen grande é melhor. O Tesla Model 3, que conta com uma tela maior do que os concorrentes, teve uma performance pior (23,5 segundos) do que o Subaru Outback (19,4 segundos), que tem um painel menor.

Painel do Mercedes GLB tem ângulo de visão mais favorável ao motorista — Foto: Reprodução/Vi Bilägare

De qualquer forma, carros com painel touchscreen são uma tendência dentro do mundo automotivo, seja por questões econômicas quanto por conta da integração com os smartphones, graças a recursos como Android Auto e Apple CarPlay e seus respectivos assistentes de voz. Porém, a revista conclui que ainda há muito o que melhorar em termos de design para facilitar a vida dos motoristas e tornar o trânsito mais seguro.

Com informações de ArsTechnica e Vi Bilägare

No vídeo abaixo, conheça o carro da BMW que muda de cor

BMW apresenta carro que muda de cor na CES 2022

BMW apresenta carro que muda de cor na CES 2022

Mais do TechTudo