Jogos de terror
Publicidade

Por Bruno Magalhães, para o TechTudo


Dead Space Remake teve o seu primeiro trailer de gameplay divulgado pela Electronic Arts nesta terça-feira (4). O novo projeto busca revitalizar o clássico jogo de terror sci-fi, de 2008, mas na atual geração de hardwares. Produzido pelo estúdio EA Motive, de Star Wars Battlefront 2, o jogo busca ser fiel à experiência original, mas apostando em fidelidade visual e melhorias de jogabilidade ao usar o motor gráfico Frostbite. O lançamento está previsto para 27 de janeiro de 2023 com versões para PC, PlayStation 5 (PS5), Xbox Series X/S e PC.

Dead Space Remake aposta em fidelidade visual e melhorias de gameplay — Foto: Divulgação/EA

👉 Quais são os melhores jogos de terror? Comente no Fórum TechTudo

A história do jogo se passa em uma nave de mineração chamada USG Ishimura, cuja tripulação foi brutalmente massacrada e infectada. Isaac Clarke, um engenheiro comum, acaba se deparando com a situação em uma missão de rotina e também descobre que sua namorada, Nicole, está desaparecida em algum lugar a bordo. Agora, ele terá de confrontar uma ameaça extraterrestre e sua própria sanidade em uma batalha pela sobrevivência.

Desde sua estreia, Dead Space chama atenção pela necessidade de desmembrar suas temíveis criaturas, chamadas de Necromorfos. Entre os destaques do novo game, está um novo sistema de desmembramento, que introduz camadas de carne, tendões e ossos que adicionam mais dinamismo e realismo aos combates. Além disso, o cenário será totalmente interconectado, com novas salas e sem telas de carregamento. Como acontece em God of War, o jogo inteiro está sendo feito como em um plano sequência; sem cortes de câmera.

Dead Space Remake traz novo sistema de desmembramento para combates mais intensos e realistas — Foto: Divulgação/EA

Dependendo do nível de estresse e batimentos cardíacos do protagonista, as ações e falas de Isaac Clarke serão diferentes, prometendo comunicar ao jogador o seu estado mental, emocional e físico. Isso é parte de um novo sistema chamado Intensity Director, que fará uso até mesmo de efeitos ambientais, como luz, fumaça, partículas e som, para provocar emoções sobre o personagem.

Um dos maiores objetivos do projeto, segundo o diretor criativo Roman Campos-Oriola, é permitir que os fãs redescubram Dead Space, como se fosse a primeira vez. Ao mesmo tempo, tudo tem de ser familiar e reconhecível. Para assegurar isso, os últimos meses serviram para que o estúdio compartilhasse materiais ainda em desenvolvimento com os fãs e criasse um Conselho da Comunidade para fomentar ideias e opiniões sobre o jogo.

De acordo com o produtor sênior Philippe Ducharme, o remake de Dead Space vai além de uma modernização do original. A história, por exemplo, retrata todos os eventos do primeiro game, mas também abarca elementos do cânone que vieram à tona apenas em jogos como Dead Space 2 e Dead Space 3, além de revistas em quadrinhos.

Com informações de EA

Mais do TechTudo